8 de agosto de 2009

leve com você, só o que foi bom

se fechar meus olhos, ao menos por um instante, sinto meu coração bater, e a cada batimento sinto o meu corpo todo em sintonia com ele, a cada movimento sinto meu sangue correndo entre minhas veias, e quanto mais respiro ofegante percebo o quanto é bom saber que ainda se está vivo, que ainda há muito para acontecer e o que nos resta é viver, sem pensar no que passou e sem lembrar de tudo o que foi dito, leve com você apenas o necessário para que no fim do caminho a mochila não pese tanto e que os problemas ocupem tanto espaço que você tenha que jogar fora todos os seus sonhos deixados de lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um pouco de seu coração