25 de agosto de 2009

O maior amor do mundo


Juro que nunca vi tanto amor e tanto carinho quanto o deles. Nunca vi beijos ou abraços que superassem latidos, lambidas ou mordidas. Nunca senti tanta sinceridade quanto sinto nas minhas cachorrinhas. O amor deles por nós, é demonstrado a todo o momento, seja quando nos acordam com lambidas ou quando voltamos na rua e somos recebidos com saltos nunca antes vistos e movimentos nunca imaginados. Sempre somos recebidos com a forma mais alegre do mundo, parece até que a maior felicidade deles é nos ver, e se pensar bem, é mesmo. Quando dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem, soa até clichê, mais não há amizade no mundo que dure mais que essa, a fidelidade e o companheirismo que existe num cão não existe em mais ninguém. É triste saber que um dia não iremos mais acordar com suas lambidas e ver seus brinquedos jogados pela casa, nada dura para sempre, mais eles não precisam ser tocados para serem lembrados, cada um tem o seu jeitinho, uns são mais sapecas, outros mais elétricos, outros mais meiguinhos e uns mais teimosos, mais não há NENHUM no mundo que não seja amigo e não nos ensine lições para a vida toda. Não ter um cão é não ter parte de uma das fases da vida mais divertida, ter um amigo como esse é mais que uma honra, pois tenha certeza, ele é um dos poucos no mundo que NUNCA vai te deixar na mão.

Dedico a Kiara, Mel, Melissa, Pipoca e Branquinha, minhas cinco cadelas amáveis e com personalidades totalmente opostas mais que fazem meus dias valerem a pena, e ao belo também, meu cágado, que apesar de não ser um cão, ele é um dos cágados mais carinhosos que já vi (L)

Por Nicole Maia

Um comentário:

  1. Marley & Eu , já leeu ? $: reecomeendo a você >.<' bjs, adorei seu blog.

    ResponderExcluir

Deixe um pouco de seu coração